A capital dinamarquesa é, sem dúvidas, referência quando o assunto é bike. Atualmente, o número de bicicletas excede o número de habitantes!

A cidade, que em 2008 foi nomeada Cidade Ciclável, possui mais de 400 quilômetros de ciclovias além de semáforos adapatados ao ritmo de circulação dos ciclista, calçadas largas e paraciclos em frente à todos os prédios, casas e estabelecimentos comercias.

Mais de 50% da população local se desloca de bicicleta, diariamente, para trabalhar ou estudar.  Inclusive, a ciclovia mais movimentada do mundo está na cidade, na ponte Dronning Louises, um dos locais mais bonitos da capital.

A cultura da bike em Copenhague é antiga: a primeira ciclovia apareceu por volta de 1910. Mas, foi nos últimos 25 anos que mais da metade do país tornou-se ciclável, com muitas ciclovias e estradas para bicicleta. Sim, dá até para viajar pedalando!

As bikes são o único transporte público gratuito da capital dinamarquesa. Há vários pontos de bicicletas públicas espalhados pela cidade: você pode retirar uma delas, usar até onde quiser e devolver em outro ponto. É parecido com os sistemas adotados em Paris, Barcelona e Londres, com a vantagem de que não é preciso fazer nenhum tipo de cadastro, ter cartão de crédito, ser habitante da cidade ou deixar um cheque caução. Tudo o que você precisa é de uma moeda de 20 kronos inserida no cadeado da bicicleta e ela está livre para usar. Ao devolvê-la em outro ponto, você recebe sua moeda de volta.

Definitivamente Copenhague é uma cidade que possui toda a infra-estrutura para a locomoção com as magrelinhas. A bike já faz parte do estilo de vida, é expressão cultural dos cidadãos da capital!

 

TDM